EchoStudio.

O software para diagnóstico da osteoporose.

EchoStudio permite o processamento dos sinais adquiridos durante a varredura ecográfica para o diagnóstico, através de uma simples e intuitiva interface.

Os algoritmos implementados garantem um diagnóstico preciso e confiável com diferentes aplicações relacionadas à osteoporose e outras patologias ósseas.

Osteoporose

FRAX

Fragility Score*

Composição corporal

Osteoporose.

O algoritmo do software concede uma independência de operador especializado, devido sua completa automaticidade no diagnóstico das vertebras lombares e fêmur proximal.

O laudo gerado pelo EchoStudio traz todos os parâmetros usuais no diagnóstico da osteoporose: DMO (g/cm2) geral e específica, T-scores, Z-Score, assim como Índice de Composição Corpórea. O software também concede um simples manuseio do banco de dados do paciente e laudos médicos.

Frax.

EchoStudio, devido a um acordo de licenciamento, possui o software FRAX® integrado, permitindo o cálculo clínico do risco de fraturas (geral e quadril) nos dez anos subsequentes. Assim o equipamento se torna a mais completa e confiável solução para densitometria óssea disponível.

body-3

Composição corporal.

A análise da distribuição dos componentes corporais é um parâmetro importante para compreender as mudanças no peso e gordura corporal. Até o momento, só havia técnicas como DXA, tomografia computadorizada ou ressonância magnética que permitiam a mensuração direta das variáveis da composição corporal. Devido sua não-invasividade, alta sensibilidade e reprodutibilidade, EchoStudio se tornará o novo método padrão ouro para avaliação de composição corpórea.

Fragility Score.*

O laudo médico também inclui um novo parâmetro numérico, Fragility Score, que trará uma avaliação independente da fragilidade óssea e risco de fratura obtida por análises estatísticas e espectrais específicas.

As imagens de ultrassom adquiridas e os sinais de radiofrequência da micro-arquitetura interna óssea são analisadas automaticamente pelo algoritmo, concedendo um parâmetro relacionado à qualidade óssea e fragilidade esquelética.

O risco de fratura calculada pelo FRAX® apresenta uma considerável correlação com o “Fragility Score” e DMO do fêmur proximal, confirmando o potencial do nosso novo parâmetro a se tornar a marca de referência de método não ionizante para predição do risco de fraturas osteoporóticas.

(*será lançado em breve)